sexta-feira, 15 de maio de 2009

O cultivo e a ingestão de linho na Marmeleira

A qualidade deste linho é inexcedível. Semeado em terra de abundante regadio e com nutrientes de primeira água, esta planta herbácea desenvolve-se na Marmeleira de um modo nunca visto desde o seu cultivo na antiga Babilónia.
Apesar de outrora ser utilizado na Marmeleira essencialmente para obtenção de fibras têxteis, no presente há quem saboreie as suas folhas, ainda tenras e pouco fibrosas, em saladas.
Os tempos mudam e os gostos reinventam-se. A acompanhar umas folhinhas de alface e agrião, ou simples com um copo de vinho, o linho tem hoje utilizações muito diversas das que originalmente teve na Marmeleira.

Sem comentários:

Enviar um comentário